• English
  • Português
  • Español

Agronegócio

Imagem topo: 

A pecuária leiteira brasileira apresentou, em 2013, valor bruto de produção de R$ 22,9 bilhões, contribuindo para movimentar sobretudo a economia das pequenas e médias cidades brasileiras. De acordo com o último censo agropecuário (IBGE, 2006) existem no Brasil 5,2 milhões de estabelecimentos rurais dos quais 25% (aproximadamente 1,35 milhões) produzem leite, envolvendo cerca de 5 milhões de pessoas.

Português, Brasil

O Brasil vem apresentando ótimo desempenho na pecuária de corte. Em 2013, o valor bruto da produção de carne foi de R$ 51,1 bilhões, atrás apenas da de soja. A cadeia produtiva da carne movimenta R$ 167,5 bilhões por ano, gerando aproximadamente 7 milhões de empregos. As exportações estão crescendo a cada ano, e para um número cada vez maior de mercados. Em 2012, o Brasil exportou para 142 países.

Português, Brasil

Entre as ações de estímulo ao agronegócio brasileiro estão também as de apoio à comercialização, como a definição, pelo Governo Federal, de preços mínimos em operações de compra, equalização de preços ou de financiamento. A Aquisição pelo Governo Federal (AGF) é outro instrumento que permite garantir o preço mínimo ao produtor ou à cooperativa, por meio da compra governamental direta, desde que os produtos estejam devidamente armazenados em locais cadastrados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Essas compras passam a compor o estoque público.

Português, Brasil

O médio produtor rural é especialmente beneficiado no Plano Safra 2014/2015. A oferta de recursos para investimento, custeio e comercialização aumentou 26,5% em relação à ao plano anterior, ficando agora em R$ 16,7 bilhões. As principais fontes desses recursos são o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a poupança rural do Banco do Brasil e os Fundos Constitucionais de Financiamento.

Português, Brasil

Para garantir o crescimento da safra, o Plano prioriza também os investimentos em infraestrutura de armazenagem, por meio do recém criado Programa para Ampliação e Construção de Armazéns (PCA). São R$ 3,5 bilhões em crédito, disponíveis para a expansão da capacidade de armazenagem nas fazendas. O PCA também permitirá o financiamento de unidades armazenadoras em áreas urbanas, quando isso facilitar a logística e o transporte de carga.

As condições de financiamento são especiais:

Português, Brasil

Um dos destaques do Plano Safra 2014/2015 é a destinação de R$ 700 milhões para subvenção ao Prêmio do Seguro Rural. Mesmo valor da safra anterior e suficiente para alcançar cerca de 10 milhões de hectares e mais de 80 mil produtores.

Português, Brasil

Eduardo Assad, especialista em meio ambiente, sobre o aumento do crédito do Plano Safra 2013/2014 para o Programa Agricultura de Baixa Emissão de Carbono, programa de financiamento do Plano ABC

"Acho muito positivo. Estamos chegando no ponto inicial, no plano dimensionado inicialmente no Plano ABC, que era de R$ 5 bilhões por ano. Então, o governo está percebendo que este é um bom plano, que precisa ter mais investimento. Isso é realmente muito bom".

Português, Brasil

Leandro Pasquali, diretor de marketing de uma empresa de sementes híbridas, com atuação no Mercosul, sobre o aumento da capacidade de armazenamento para 65 milhões de toneladas, anunciados no Plano Safra 2013/2014

“Isso (aumento da capacidade de armazenamento) vai acarretar uma diminuição no próprio custo de produção por unidade, fazendo com que o produtor tenha um custo unitário melhor, tornando cada vez mais competitivo, tanto para negociar no mercado interno, quanto no externo”.

Português, Brasil

Fernanda Falcão, engenheira agrônoma e agricultora de soja do RS e do MS, sobre o anúncio da redução de juros para investimentos em armazenagem pelo Plano Safra 2013/2014

“Quanto mais baixo esses juros, mais facilidade o produtor tem para conseguir investir e construir silos e armazéns em sua propriedade. Isso é um beneficio para o produtor possuir uma boa gestão e melhorar os preços das commodities”.

Português, Brasil

“Quando nós chegamos no governo, em 2003, lembro que a política agrícola tinha limitações fortes. Primeiro da disponibilidade de crédito, e a segunda no nível de juros. A gente esquece as coisas, mas sabe quanto era o total de recursos de crédito para agricultura na safra de 2002/2003? O que foi realizado, vou falar, foram R$ 27 bilhões. 27 hoje é quase todo o programa de armazenagem. Hoje, R$ 27 bilhões mostra que não era compatível com as necessidades da agricultura deste país. Nessa safra, nós nos comprometemos com R$ 136 bilhões. E dissemos o seguinte: se gastar mais, tem mais”.

Português, Brasil