• English
  • Português
  • Español
Mais forte e respeitado

África

A descoberta da África pelo Brasil

 No governo Lula, a agenda diplomática brasileira na África refletiu a importância do continente para a identidade do nosso país
Foto: Ricardo Stuckert/PR

O oceano Atlântico já não basta para nos separar da África. A partir de 2003, Lula iniciou um processo de aproximação, tão intenso quanto inédito, com países de todas as regiões do continente. Depois de 33 viagens presidenciais e abertura de 19 novas embaixadas, a relação do Brasil com os governos e os povos africanos deixou de ser apenas uma sequência de episódios isolados e hoje ocupa na agenda da diplomacia brasileira um espaço proporcional à importância da África para a nossa história, nossa cultura e nossa identidade.

Em 2013, o Brasil perdoou US$ 900 milhões das dívidas externas de 12 nações africanas. As dívidas eram antigas e impediam que o Brasil expandisse suas operações comerciais com esses países. O perdão abriu caminho para a realização de novos negócios.