• English
  • Português
  • Español
Mais forte e respeitado

Defesa Cibernética

Governo Dilma investe na proteção do Brasil contra ataques digitais

O Projeto Estratégico de Defesa Cibernética do Exército está em andamento desde 2009. No ano seguinte, todas as atividades das três Forças nessa área passaram a ser coordenadas pelo Centro de Defesa Cibernética. A primeira ação prática dos especialistas do Centro aconteceu em 2012, na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

A revelação de que agências norte-americanas espionam as comunicações em todo o planeta, incluindo empresas e chefes de Estado de países aliados, acelerou os planos brasileiros para proteger o Brasil de ataques digitais. Nos primeiros dias de 2014, o governo Dilma destinou R$ 40 milhões para a criação da Escola Nacional de Defesa Cibernética, sob responsabilidade do Ministério da Defesa, que será aberta a servidores de todas as áreas da Administração Pública. Os primeiros cursos à distância já estão sendo preparados por um instituto-embrião.

Quer saber mais?

Assista à entrevista da NBR com o coronel Luiz Gonçalves, do Centro de Defesa Cibernética, sobre a Escola Nacional de Defesa Cibernética: