• English
  • Português
  • Español
Direito e Cidadania para todos

Vale-Cultura

Trabalhadores recebem benefício para consumir bens culturais

A estimativa é que o Vale-Cultura injete R$ 25 bilhões na economiaPara democratizar ainda mais o acesso a bens culturais, foi criado em 2013 o Vale-Cultura.

O Vale-Cultura é um benefício de R$ 50 mensais concedido aos trabalhadores com renda de até cinco salários mínimos, para ser exclusivamente utilizado no consumo de produtos e bens culturais como peças de teatro, cinema, exposições em museus, espetáculos, shows, circo, CDs, DVDs, instrumentos musicais, livros, revistas e jornais.

O benefício pode ser usado também para pagar mensalidades de cursos de artes plásticas, audiovisual, dança, circo, fotografia, música, literatura ou teatro. Caso o trabalhador opte por não usar todo o benefício no mesmo mês, o crédito é cumulativo e não tem prazo de validade. Quem aderir ao programa terá um desconto máximo em folha de pagamento de 10% (R$ 5).

 

Vale-Cultura poderá injetar R$ 25 bi na cadeia produtiva

Segundo o Ministério do Trabalho, 42 milhões de trabalhadores brasileiros ganham até cinco salários mínimos, público-alvo do Vale-Cultura. De acordo com estimativa do MinC, a Cultura poderá ter mais de R$ 25 bilhões injetados em sua cadeia produtiva. Além de garantir acesso a teatros, cinemas, museus, livrarias etc a quem já melhorou de vida mas ainda não conseguia frequentar estes e outros equipamentos culturais, o Vale-Cultura ajuda a movimentar um importante setor da economia brasileira.

Dados divulgados pelo Ministério da Cultura mostram que, até julho de 2014, 4.855 empresas já haviam se inscrito como beneficiárias do programa Vale-Cultura. Isso significa que mais de 700 mil  trabalhadores já podem ser contemplados com o benefício.