• English
  • Português
  • Español

Todas as mídias

A vez da imprensa regional

Assim como a aplicação dos recursos para publicidade do governo federal foi regionalizada, o atendimento à imprensa ganhou o mesmo recorte. A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) passou a atender diretamente os veículos regionais.

Foi o caso do Café com o Presidente – hoje Café com a Presidenta – e da coluna semanal em que o presidente Lula e, agora, a presidenta Dilma, respondem diretamente a perguntas dos leitores de jornais regionais. A Secom passou também a organizar entrevista com rádios locais em todas as viagens de Lula e Dilma aos estados.

Os governos de Lula e Dilma também inovaram na utilização da mídia digital, com a criação do Blog do Planalto e do Portal Brasil, além dos perfis institucionais da Presidência da República em mídias sociais, como Twitter e Facebook. A relação com os comunicadores desse campo também foi iniciada nesse período. Em um acontecimento histórico, Lula concedeu a primeira entrevista coletiva a blogueiros independentes, no Palácio do Planalto.

 

O Brasil na mídia internacional

Os governos do PT criaram ainda uma assessoria especial para cuidar da imprensa estrangeira. Com isso, o Brasil conseguiu mostrar de forma mais eficiente para a mídia internacional os avanços e desafios de um pais que se tornou protagonismo no cenário político e econômico mundial.

A Secom organizou coletivas internacionais com vários ministros de Estado. Em parceria com a Embratur,  organizou também diversas press trips (viagens guiadas para jornalistas), nas quais foram apresentados os atrativos culturais e naturais do Brasil.

É com ações como essas que os governos Lula e Dilma melhoraram a imagem do Brasil no exterior, contribuindo para o aumento do interesse por nosso país – o que se traduz em mais turistas, mais investimentos estrangeiros e mais inserção na cena internacional.