• English
  • Português
  • Español
Mais forte e respeitado

Fiscalização e controle

 

O que é e como atua a CGU

Clique aqui e saiba como foi a fiscalização da CGU no seu município

Nas suas ações de controle – de todos os órgãos públicos e empresas estatais – a CGU também avalia a execução dos programas do governo federal, como o Bolsa Família, Saúde da Família, Minha Casa, Minha Vida e os investimentos da Copa do Mundo. Além disso, acompanha os processos contra servidores públicos instaurados em cada ministério, garantindo a rigorosa apuração. Entre 2003 e junho de 2014, 4.847 servidores públicos federais foram expulsos por envolvimento em algum tipo de irregularidade – destes, 3.078 (63%) por corrupção.

Em 10 anos, mais de 4,5 mil servidores foram expulsos da administração pública

A CGU atua ainda na aplicação de sanções a empresas corruptoras, que são proibidas de fazer contrato com a Administração Pública. A relação completa está disponível para qualquer cidadão no Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS).

Para consultar o Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS). 

Quadrinhos incentivam valores éticos e cidadãos entre crianças

Parceria da CGU com o Instituto Maurício de Souza, campanha “Um por todos e todos por um! Pela ética e cidadania!” incentiva participação infantil na luta contra corrupção Foto: Um por todos e todos por um!/divulgação

 

Em um único ano, AGU recolheu aos cofres públicos R$ 468 milhões que haviam sido desviados

A partir do governo Lula, a Advocacia-Geral da União (AGU) assumiu o papel de braço jurídico dos órgãos de controle do governo federal na luta contra a corrupção. Entre 2010 e 2013, a AGU ajuizou mais de 8 mil ações para reaver recursos públicos desviados. Somente em 2013, foram ajuizadas 2.109 ações de combate à corrupção, defesa do patrimônio público e recuperação de créditos e ativos, para ressarcimento de R$ 1,05 bilhão.

Num único ano (2012),  a AGU recolheu aos cofres públicos cerca de R$ 468 milhões desviados da construção do edifício-sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo, conseguindo ainda a repatriação de US$ 6,8 milhões da conta bancária do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, na Suíça.

Link para o site da AGU.