• English
  • Português
  • Español
O povo em primeiro lugar

Conheça a série “O Brasil de amanhã”

Coletivo de economistas do Instituto Lula discutem desafios e apontam caminhos para os próximos anos

A conjuntura brasileira mudou radicalmente depois do golpe de 2016. Os desafios de hoje não são os mesmos de dois anos atrás. Muito menos aqueles de 2002, quando foi lançada a Carta ao Povo Brasileiro.

 

BNDES, Petrobras, Bancos Públicos, Política Industrial, câmbio, soberania… A abordagem liberal nos anos de governo Temer em alguns casos conseguiu reverter mais de uma década de construção de políticas públicas de longo prazo.

Para novos desafios, novas propostas. O coletivo de economistas colaboradores do Instituto Lula começa hoje a divulgar o resultado de estudos e reuniões sobre esses desafios e propostas. A série “O Brasil de amanhã” começa com um artigo de Rui Falcão sobre a democratização das comunicações no país. Na próxima segunda-feira, o economista Ricardo Carneiro discute o “Crescimento e inclusão social no Brasil — Avanços, obstáculos e propostas”.

Acompanhe aqui a série completa:

  1. Democratizar a comunicação (Rui Falcão)
  2. Crescimento e inclusão social no Brasil (Ricardo Carneiro)
  3. Para que bancos públicos federais de varejo? (Jorge Mattoso)
  4. A crise do BNDES: como evitar sua desmontagem (Ernani Teixeira Torres Filho)
  5. Desafios para enfrentar a agenda de redução do custo do trabalho no Brasil (Clemente Ganz Lúcio)
  6. Sem indústria dinâmica e inovadora não há desenvolvimento social (Fernando Sarti)
  7. Política fiscal para o desenvolvimento inclusivo (Esther Dweck e Pedro Rossi)
  8. A política de gás no Brasil: trajetória recente e desafios atuais (Rodrigo Pimentel Ferreira Leão e William Nozaki)
  9. Mudanças no setor de Petróleo: Novo Papel da Petrobras (José Sérgio Gabrielli)